• Celtech Engenharia

Infraestrutura para Circuito Fechado de TV


Hoje vamos falar um pouco sobre infraestrutura e como dimensionar um sistema de CFTV. Em primeiro lugar é necessário saber a quantidade de câmeras, a resolução necessária para cada local e a quantidade de dias que as imagens deverão ser armazenadas. Com essas informações, é possível dimensionar o modelo de câmera, arquitetura, dispositivo de gravação e infraestrutura.


NO ÚLTIMO ARTIGO, FALAMOS UM POUCO DOS TRÊS TIPOS MAIS COMUNS DE CÂMERAS DE CFTV.


Para falarmos de infraestrutura, precisamos utilizar algumas terminologias mais específicas. Caso você tenha alguma dificuldade com isso, aqui na Celtech, avaliamos a necessidade da sua estrutura e te orientamos para fazer a melhor escolha. Se você estiver optando pelo sistema analógico, poderá utilizar cabo coaxial bipolar (que faz tanto a transferência dos dados como a alimentação de energia do equipamento) ou cabo UTP utilizando baluns passivos ou power baluns. O cabo coaxial, apesar de eficiente tem pouca flexibilidade e sua taxa máxima de transferência é de somente 10Mbps. Aqui na Celtech, recomendamos para os sistemas analógicos, a instalação cabo UTP em conjunto com power balum. Assim, os cabos podem ser aproveitados no caso de um futuro upgrade para o sistema IP, que proporciona imagens em alta definição. É um sistema de última geração, com estruturas mais flexíveis e menor necessidade de manutenção. O sistema IP deve ser constituído exclusivamente de cabo UTP. Este cabo é depois conectado a um switch ou a um NVR. Para este tipo de estrutura é desejável que você conecte o WI-FI a uma rede sem fio exclusiva para o CFTV, para que o sistema não ‘dispute’ velocidade com outros usuários.


Agora vamos para os dispositivos de armazenamento dos dados.


Entre diversos sistemas de gravação, o DVR é o mais tradicional. O modelo também conhecido como Stand Alone, foi especialmente desenvolvido para gravação digital em sistemas de câmeras analógicas. Ele proporciona todas as funções básicas para a gravação e armazenamento. Este equipamento não possui a ampla capacidade de gerenciamento, porém oferece um bom custo-benefício para quem quer começar a implementar um sistema de vigilância. Já o NVR (Network Video Recorder) trabalha de forma similar ao DVR. A diferença é que o equipamento realiza a administração das câmeras por meio do protocolo IP. De forma geral o NVR é mais avançado que o DVR. Ele possui ferramentas de análise, administração e gerenciamento inteligentes que melhoram a tomada de decisão. Existem também os sistemas híbridos, onde é possível configurar câmeras analógicas e IP no mesmo equipamento.


Para saber mais sobre sistemas de CFTV fale com a Celtech, somos instaladores e revenda autorizada Intelbras.

7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo